A RECEITA DO FUTEBOL

Published on Jun 27 2012 // José-Manuel Diogo, News, Opinião
Share Button

mejores momentos ronaldo  portugal españa espanha

| DR- REUTERS |


No caso português o futebol é um exemplo a seguir. Independentemente do que aconteça hoje, e aqui para nós eu acho que vamos ganhar 1-0, só temos que replicar este exemplo nas nossas vidas

José-Manuel Diogo

Hoje, pela segunda vez em menos de dez anos, e em toda a sua história, a seleção nacional de futebol pode chegar à final de uma grande competição mundial. E estamos bem colocados para vencer.
Desde 1996, apenas por uma vez (França 1998) Portugal não chegou às fases finais dos campeonatos do Mundo e da Europa. E, em todas estas, apenas em 2002 não passou da fase de grupos. Estamos sempre entre os melhores.
Para aqueles como eu, que nos anos 70 e 80 do século passado, víamos como a seleção nacional era goleada por todas as Bélgicas e Polónias, o futebol português dos nossos dias é quase uma epopeia.
Como é que isto se tornou possível? A receita é muito simples: com trabalho. Os clubes portugueses, com o Sporting à cabeça, fizeram um notável trabalho de ensinar o futebol nas suas academias. Com organização e profissionalismo. Com regras e disciplina. Com esforço e qualidade.
De tal forma que, mesmo para os espanhóis – escreve-o o insuspeito diário madrileno “Ás” – A escola do Sporting é considerada a “melhor escola” do futebol mundial. E são precisamente os espanhóis quem diariamente mais beneficia disso. Os craques portugueses, formados nas “nossas academias”, dão brilho e glória ao mais competitivo campeonato do mundo: a liga BBVA.
Nada é por acaso. A título de exemplo, a escola do Sporting, – que “fabricou” Ronaldo, Figo, Nani, Moutinho, Varela, Rui Patrício, Simão, Quaresma, Futre… entre tantos outros – é a única da Europa Ocidental a ter a certificação ISO, que atesta a qualidade das organizações, nomeadamente as empresas.
No nosso caso, o futebol é um exemplo a seguir. Independentemente do que aconteça hoje, e aqui para nós eu acho que vamos ganhar 1-0, só temos que nos orgulhar e replicar o exemplo nas nossas vidas. Nas nossas famílias, nas empresas, em todo o país.
Há uma citação de Séneca a receber todos aqueles que chegam à academia do Sporting – “O esforço chama sempre os melhores”. Pudéssemos nós pôr uma placa dessas à entrada das empresas, dos bancos ou dos ministérios!
Quando logo ao fim da tarde a bola começar a rolar já só precisamos de ter sorte. O trabalho, esse, está todo bem feito.

comment closed